segunda-feira, julho 31, 2006

Gostei das palavras da amiga Lila:

"Viral e virulento...

Pra "circular" no ciberespaço tem que ter noção da cibercultura, tem que ser consciente dos riscos e encantos da ciberesfera. Hoaxes e spams ocorrem desde os primeiros momentos da web. Se não dá pra acreditar em tudo no dia-a-dia cruel das ruas. Dirá das cibervias. A inocência e encantamento de quem acha que web é igual desenho animado de Tom e Jerry precisa amadurecer.

Hoje recebi por e-mail um texto que pode ser mais uma pista da necessidade de gente com faro jornalístico pra mediar a distribuição de informações cada vez mais intensa entre estes mundos cada vez mais tangenciados. Virtualidades e realidades de uma mesma humanidade. Ponto para o jornalista Ricardo Anderáos do Estadão. Pena que o desmentido não tenha a mesma força de propagação das correntes por e-mail.


Hoax de Marcola
por Ricardo Anderáos, Seção: Internet, Acontece às 16:21:12. (14.07.06)
Fonte: [http://blog.estadao.com.br/blog/anderaos/?p=833&more=1&page=1]
A peça de "comunicação viral" que mais circula na internet paulista nesses dias é uma suposta entrevista de Marcola ao jornal O Globo. Nele, o presidiário fala como um autêntico intelectual da USP, combinando teses sociológicas sobre a desigualdade social no Brasil com citações de autores ilustres. Mas a coisa é falsa. Um hoax, uma mensagem alarmante, um "vírus social, que utiliza a boa fé das pessoas para se reproduzir", como define a Wikipedia.

Se alguém ainda não recebeu o texto por e-mail, ou como eu, apaga sem ler a maioria dos textos com cara de spam, basta ler no link disponibilizado pelo jornalista.

Ele também disponibiliza o caminho para ler ?as verdadeiras palavras do líder do PCC? no depoimento aos deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas. Sobre o mesmo assunto, é bom ouvir o desabafo do verdadeiro autor do texto que circula na rede, Arnaldo Jabor, na sua coluna da Rádio CBN.

E por favor, vamos usar nossa cidadania virtual também.

Não saia repassando tudo que recebeu sem checar. É feio e falta de respeito jogar lixo nas ruas. Vamos manter nossas infovias limpas. "

Eu concordo e assino embaixo!!

2 comentários:

Márcia, a perguntadeira disse...

Alow, cadê você?
Thaty, alguém viu a Thaty?
Por onde anda essa moça?
O que faz da vida?
Cadê as fotos do Vitor e o barco, cadê?

Anônimo disse...

Cidania em qualquer espaço Thaty!
Lila