Cantando (ou seria uma tentativa de diálogo?)

quinta-feira, março 01, 2007

- O meu mundo era o apartamento
Detefon, almofada e trato


- Por que almofada??

- Todo dia filé-mignon
Ou mesmo um bom filé... de gato


- Por que filé??

- Me diziam todo momento
Fique em casa, não tome vento

- Porque não tome vento??

- Pra não ficar doente. Me deixa continuar...

- Mas é duro ficar na sua
Quando à luz da lua
Tantos gatos pela rua


- Por que tantos gatos pela rua??

- Shhhhhh

- Toda a noite vão cantando assim:

Nós, gatos, já nascemos pobres
Porém, já nascemos livres
Senhor, senhora, senhorio
Felino, não reconhecerás


De manhã eu voltei pra casa
Fui barrada na portaria


- Por que foi barrada na portaria??

- Você já vai saber, me deixa terminar.

- Sem filé e sem almofada
Por causa da cantoria
Mas agora o meu dia-a-dia
É no meio da gataria


- Por que no meio da gataria?

- Porque agora ela foi morar na rua. Escuta!!

Pela rua virando lata
Eu sou mais eu, mais gata
Numa louca serenata


- O que é uma serenata??

- ...

Que de noite sai cantando assim:

Nós, gatos, já nascemos pobres
Porém, já nascemos livres
Senhor, senhora, senhorio
Felino, não reconhecerás


-----------------------------------------------------------------------------------------------

Bem, imagino que você não tenha entendido muita coisa e esteja querendo saber o que significa o diálogo acima. É simples! Esta é a tentativa de uma pobre e inocente mãe de cantar uma música para seu lindo filho de 3 anos, que está há mais de 6 meses na fase do "por que" e não tem previsão nenhuma de quando irá sair dela...

2 comentários:

Beatriz disse...

Ah, ah, ah! Muito engraçado... Crianças são assim mesmo... Paciência, mamãe!

Amanda Resende disse...

Olá mocinha! Li teu recado no blog! Que bom que gostou... há tempo não o atualizo. Confesso que estou um pouco desanimada (cansada), mas isso me empolgou: saber que as pessoas ainda passam por lá! RS

E sobre a felicidade...

Ela é simplesmente o TUDO QUE SE CONQUISTA COM NADA...

Ela está nas coisas mais simples. Muitas vezes não a encontramos porque nunca olhamos para a direção certa!!!!!

Um beijo pra vc e volte sempre!