segunda-feira, outubro 23, 2006

Eu sou uma pessoa que adora surpresas. Adoro fazer e receber. Sou do tipo que faz jantares supresa para o namorado, festas surpresa para os amigos, procura presentes inusitados e interessantes para dar nos aniversários. Já fiz festa de despedida para ex-namorado que estava indo embora da cidade, mandei cesta de café com bolo e champagne para prima que fez aniversário, comprei kit "Eu mereço" pra uma amiga que fez aniversário.

Também já recebi muitas surpresas. Uma vez viajei pra São Paulo e, quando voltei, minha irmã tinha enchido a casa de cartazes comemorando a minha chegada. Já ganhei festa surpresa de aniversário e rosas sem motivo algum, só pra dizer que se lembrava de mim.

Mas acho que as pessoas andam com falta de surpresas atualmente. Tudo anda tão linear, com aquela coisa de "feliz aniversário, saúde, dinheiro e amor". Com o advento do orkut então, até mesmo os telefonemas rarearam. Pra quê ligar para aquela pessoa que está aniversariando? Manda só um scrap e tudo está bem...

Faz décadas que não recebo um buquê de flores de manhã (ou de tarde, ou de noite). Festa surpresa então, nem se fala. Aliás, faz tempo que não ouço falar de uma. Acho que o cartão mais criativo que recebi este ano foi o mandado pelo sistema do Emotioncard. Bem devo dar um desconto, pois todos os cartões que recebi foram enviados por empresas que têm o meu cadastro... Gosto de ver a criatividade da minha amiga Márcia, que sempre tem um toque especial quando vai receber ou visitar o namorado, que mora longe.

Acho que ando ficando velha e saudosista...

1 comentários:

Cris disse...

Não, não é você que anda velha, é o mundo que está parado. Já tive época de fazer tantas coisas assim, mas a recíproca nunca foi verdadeira, então parei. Mas recebi um bouquet outro dia - diferente, pequenino, discreto e simplesmente lindo. AMEI ! Sou romântica, sou fresca, hahahaha