Chantagista, eu??

quarta-feira, março 22, 2006

Sempre tentei ser uma pessoa correta. Talvez seja uma característica do meu signo (libra), mas sempre tentei ser justa, imparcial, ver os dois lados. É claro que nem sempre consegui, mas acho que valeu a pena tentar. Também sempre tentei fazer as coisas do jeito mais correto possível e achava algumas coisas o fim do mundo.

Ser mãe mudou bastante a minha visão das coisas. Eu era completamente contra a chantagem. Atualmente, estas frases abaixo têm feito parte do meu dia-a-dia:

"Se comer tudo vai ganhar suco"
"Se comer tudo vai ganhar beijo"
"Menino bonito não faz pirraça"
"Quer passear de carro? Então obedeça a sua avó e nada de pirraça"
"Não é mais bebê? Bebês é que usam fraldinha, criança usa cuequinha..."

Se eu fico com peso na consciência?? Nem um pouquinho!! rsrs

-------------------------------------------------------------------------------------
P.S.: A Marcinha postou um comentário sobre o post "Eles crescem..." dizendo que os filhos querem crescer, mas para os pais eles serão sempre "os bebês da mamãe". Pois bem, o Vítor resolveu subverter esta teoria no momento em que eu comecei a me aproveitar que ele não quer mais ser bebê pra tirar as fraldas, pra comer, pra não fazer pirraça, pra não chorar na escola...

Agora ele fala: Vítor é bebê, é bebê! rsrs

Muita responsabilidade pro gosto dele!

1 comentários:

Márcia disse...

Esse menino é esperto...puxou a mãe! Hiii...não diga "chantagem" substitua por expressões como permuta, barganha, compensação... fica mais bonitinho! hehehehe!